Edição 17 da Revista BrOffice.org - Indice, Conteúdo e Download


Estamos com uma edição, digamos, universitária.
A matéria de capa visita a Universidade de São Paulo, mas passamos também pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e pela UniverCidade.

Na Usp tem um grupo de desenvolvedores que trabalha no Corretor Gramatical CoGrOO.
Dessa vez eles inovaram e criaram um portal para que a comunidade possa contribuir com o desenvolvimento da ferramenta, mesmo sem conhecer nada de programação, apenas utilizando o BrOffice.
Na UFRJ, temos uma equipe liderando mudanças para tecnologias livres incluindo o BrOffice.
A iniciativa foi inspirada na recomendação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e no Protocolo de Brasília. Agora vamos para a UniverCidade que sediou o evento Universidade Livre com o apoio da OSCIP BrOffice.org.
Em entrevista exclusiva para a Revista BrOffice.org o idealizador do evento explica que o objetivo é promover o uso e suporte ao software livre nas universidades.

A edição também traz o caso bem sucedido da Petros, fundo de pensão patrocinado pela Petrobrás que treinou 500 empregados em sua sede, no Rio de Janeiro e nas filiais em Santos, Salvador e Aracaju, um ótimo exemplo de que uma das fases mais importantes de uma migração passa pelo treinamento e suporte técnico especializado e que o investimento não é alto se comparado com softwares proprietários.




INDICE / CONTEÚDO:


| artigo
UFRJ inicia processo de migração para BrOffice

| entrevista
BrOffice.org apoia Universidade Livre

| novas tecnologias
CoGrOO Comunidade

| dicas rápidas
Dicas rápidas

| reportagem
Petros treina 500 funcionários em BrOffice

| cultura
Redblade - Episódio 07: Chartres
Dica de filme: Game over - Ameaça Virtual

| escritório aberto
Educação / Universidade

| dicas
Cortar figuras no BrOffice Writer
Editando imagens gráficas no BrOffice
Buscas mais inteligentes com a extensão AltSearch

| tutorial
Convertendo documentos OpenXml para ODF
Utilizando o BrOffice Calc como objeto de aprendizagem na educação

| escritório aberto
Resumo do mês




Editorial

Fomos agraciados, nessa edição com várias notícias sobre a comunidade BrOffice.org na Universidade.

Isso não foi intencional, afinal fazer uma revista colaborativa requer um posicionamento de vanguarda, uma fuga dos padrões estabelecidos, um movimento contrário à resignação.

Isso não significa que não haja planejamentos, mas um modo de produção independente, livre, cuja base está na comunidade de usuários que responde prontamente todo chamado à colaboração.

Poderíamos dizer com tranquilidade que, após as edições desseano, a percepção que fica é a de que a nossa suíte de escritórios BrOffice é onipresente. 
Interessante notar que esse trabalho feito na Revista acaba descobrindo mais funcionalidades, mais iniciativas e uma adesão crescente por parte das empresas públicas e privadas às tecnologias livres. 
Nem a Microsoft resistiu a onda, alterando o seu produto principal para que ele seja capaz de abrir arquivos em Open Documento Format – ODF. 
Mas quem precisaria disso, uma vez que pode ter o BrOffice instalado em quantas máquinas quiser com investimento zero em licenças? Alguém poderia perguntar: “E os custos com suporte técnico e treinamento?” Como demonstramos na matéria sobre o treinamento dos funcionários da Petros, a economia feita com a adoção do BrOffice é mais do que suficiente para cobrir custos com treinamentos e também com suporte especializado.

A adesão ao BrOffice se dá de várias formas. A Universidade Federal do Rio de Janeiro, por exemplo, adotou o BrOffice, mas antes estabeleceu o formato ODF como padrão para arquivos anexados em mensagens eletrônicas entre os órgãos da administração central e o uso de formulários PDF.

Na entrevista, Fernando Mercês nos revela como surgiu a ideia da Universidade Livre, um evento que tem dado muito certo e que neste ano teve o apoio da OSCIP BrOffice.org.
A matéria de capa está na seção Novas Tecnologias. 
O pessoal que desenvolve o CoGrOO não está de brincadeira. Lançou o CoGrOO Comunidade e aproveitou para lançar a nova versão do corretor gramatical. 
O objetivo do portal é atenuar a barreira tecnológica permitindo que usuários que não saibam programar possam, assim mesmo, contribuir no desenvolvimento dos dicionários e das regras.
A nova versão do software permite também a interação direta do BrOffice com o CoGrOO Comunidade.

Boa Leitura! 







OU clique AQUI, para conhecer mais sobre a revista, e obter outros links, edições, etc.!!



Mais vistos no mês:

As melhores distribuições Linux para 2017

Teste de Performance de Rede com Iperf

TuxMath - Tux, do Comando da Matemática. Ensino e diversão a crianças.

Aula #14 - Os sistemas de arquivos ext2/ext3/ext4

Modelo Firewall Completo em Iptables para pequena rede/office

DHCP - Guia Completo

OPNsense - Firewall Open Source

SSD no linux

Administração de sistema e Deploys: Ansible, Chef, Fabric, Puppet ou Salt?

Oracle Linux 7.0 Server com Xfce - Instalação e configurações iniciais