Transfusion - Banho de sangue, Carnificina e Massacres num FPS macabro !!

 

Transfusion é um remake(multiplataforma) do game "Blood"(que era para DOS).
Seu desenvolvimento começou por volta de 2001
(iniciou na engine do Quake1, mas depois passaram para a Quake2)
O jogo foi parado em 2004, iniciou-se o Transfusion 2, mas também não viveu muito (por falta de sangue talvez ?)

Armas: de pistola, metralhadora até lança-chamas e bonecos de VooDoo !!



O Transfusion iniciou-se para ser Multiplayer,
o projeto Transfusion 2 iria desenvolver o modo singleplayer para o game.
Porém, os sites ainda são hospedados, o forum oficial é "movimentado". O que nos dá uma esperança em relação ao futuro deste game.

Mesmo desatualizado e com diversos FPS por aí...
Transfusion é único e realmente merece nossa atenção !!
E no mínimo alguns dias de jogo...

 

Ao terminar de ler a matéria, ver todas as screenshots e assistir os vídeos, você vai achar Doom um jogo de bonecas ;-)


Um game tão bom, deveriam lança-lo em nova engine, atualiza-lo, pois um enredo otimo no singleplayer e um multiplayer extremamente empolgante não deveria ser abandonado....

Prova disso, são as 12 armas que tem no jogo, uma delas, um "Boneco de Voodoo", isso mesmo !!!
O jogador pega o boneco e espeta ele, os golpes são sentidos no inimigo mais próximo....
Além de metralhadora, rifle, dinamites, lança-chamas...



Transfusion é nosso projeto inicial, utilizando o motor de Quake 1.
Originalmente chamado simplesmente de "qBlood", foi renomeado para "banho de sangue" quando mudaram para o motor de Quake 2 em dezembro 2001 e para torna-lo multiplayer.

 

O nome do jogo foi alterado novamente para Transfusion por causa dos direitos autorais da marca “Blood”.
É um jogo autônomo, mas pode também ser jogado como um mod de Quake 1.
Utiliza um compilador proprio, chamado BQCC (Compiler QuakeC Bloody) conhecido por compilar e executar em sistemas Win32, Linux e OpenBSD.
Na verdade, ele deve funcionar na maioria dos sistemas operacionais..

A Última versão estável é 1.01 de 12/jan/2003, a versão em desenvolvimento é 1.05 Beta 2 de 04/maio/2007.



 

Você é Caleb,um homem muito mau, que vendeu a alma para O Deus das Trevas Tchernobog.
E você o serviu lealmente até que ele decidiu que era hora do seu fim... aparentemente, até os deuses cometem erros.
Deixando-o a apodrecer em uma sepultura e esqueceu quem um dia você foi.
Agora, você está de volta junto com a vingança e seus inimigos vão gritar por misericórdia.


 

Transfusion mergulha o jogador em um mundo criado originalmente em 1997 pela Monolith Productions.
Criado com a mesma engine de Duke Nukem e Shadow Warrior, Bloody foi um excelente game de horror mesclando diversas caracteristicas e angariando fãs.
Em Transfusion você o encontra melhorado, com novos efeitos sem perder a imagem e fidelidade ao Bloody Origina, guiando Caleb ao longo de sua jornada sangrenta em um mundo 3D de horror.


Quando Tchernobog foi derrotado, surgiu milhões de desafiadores para tomar o seu trono no ciberespaço.
Certifique-se de aprimorar suas habilidades contra os FrikBots antes de se aventurar em banhos de sangue online ou em rede LAN em partidas que gerarão verdadeiras carnificinas.
Você pode modificar o seu personagem no jogo, alterando itens e até mesmo adicionando novas figuras baixando da internet.


Transfusion só foi possivel após 1999 com a liberação do codigo-fonte pelo criador do game, onde juntamente veio o compilador. 
Com ele livre, as possibilidades de expansões, personalizações e futuras modificações torna-se uma realidade. 
Modificações simples e adicionais até quem sabe, o surgimento de um novo jogo, mesclando Bloody, Transfusion e o audio/visual que temos hoje com o poder de desenvolvimento das maquinas e gamers atuais.





O game tem ótimo suporte a redes (obviamente, o foco inicial dele é multiplayer...) há os servidores online, mas pode ser raro encontrar jogadores, mas Transfusion conserva gamers fieis !!

Mas claro, você com uns amigos conseguem facilmente jogarem em rede, ou até mesmo um servidor na internet, usando um destes serviços que permitem transformar um IP dinâmico em fixo (dyndns, no-ip, etc...). Em distribuições Debian, encontra-se facilmente aplicativos para realizar esta configuração.




Executar o game não é dificuldade nenhuma, mesmo sendo de 2004, ele não irá exigir bibliotecas antigas ou causar confusão em sua distribuição linux.
Em nossas Screenshots utilizamos o Debian e também o Ubuntu (10.04).












Sites e Download:




Mais vistos no mês:

As melhores distribuições Linux para 2017

Teste de Performance de Rede com Iperf

TuxMath - Tux, do Comando da Matemática. Ensino e diversão a crianças.

Aula #14 - Os sistemas de arquivos ext2/ext3/ext4

Modelo Firewall Completo em Iptables para pequena rede/office

DHCP - Guia Completo

OPNsense - Firewall Open Source

SSD no linux

Administração de sistema e Deploys: Ansible, Chef, Fabric, Puppet ou Salt?

Oracle Linux 7.0 Server com Xfce - Instalação e configurações iniciais