Pular para o conteúdo principal

Usar arquivo como memória SWAP

SWAP como arquivo

As vantagens:
A partir do kernel Linux 2.6, o swap em arquivo passou a ter o mesmo desempenho do swap em
partição.
A redução da quantidade de partições em disco, tornando mais fácil a administração do mesmo.
A possibilidade de aumentar ou diminuir, rápida e facilmente, a área de swap (sem reiniciar ou
particionar).
A possibilidade de gerar, de forma simples e on-line, diversas áreas de swap por SO instalado (o
kernel 2.6 suporta até 32 áreas).

Instalação do GNU/Linux (Debian):
Ao instalar o S.O. não crie partições de swap. Ao finalizar o particionamento, será dito que não há
uma partição de swap e será perguntado se você deseja voltar ao menu de particionamento.
Responda não e o instalador passará para a próxima etapa.

Após instalado o sistema e funcionando:
Com a ferramenta dd, crie na raiz do sistema um arquivo do tamanho do swap desejado.
Use o nome swapfile ou nome "swap”, para num futuro, não apagar sem saber o que é.

Saiba que as partes desse arquivo são criadas dentro da RAM e transferidas para o disco. Então, crie
partes inferiores à quantidade de RAM livre.
Por padrão, use blocos de 100 MB. Assim, caso deseje um swap de 500 MB, você precisará de 5
blocos de 100 MB.
Criando arquivo vazio com 100MB de tamanho de bloco 20 vezes (resultando um arquivo de 2GB): 


dd if=/dev/zero of=/swapfile bs=100M count=20

Depois de criado o arquivo, marque o mesmo como área de swap e dê permissão como 600:
# mkswap /swapfile && chmod 600 /swapfile


Para fazer com que a área de swap seja habilitada durante o boot do sistema, edite o arquivo
/etc/fstab e insira no final do mesmo:
       
/swapfile    none    swap  sw     0    0

Você poderá ter mais de uma área de swap em arquivos como /swapfile2, /swapfile3 etc.
 
Testando o swap:
# free -m | grep Swap   ---> antes de ativar, não há o swap
# swapon /swapfile          ---> ativa o swap
# free -m | grep Swap    ---> verifica memória livre, após ativar o swap.

Postagens mais visitadas deste blog

TuxMath - Tux, do Comando da Matemática. Ensino e diversão a crianças.

Tux Of Math Command, (Tux, do Comando da Matemática, em sátira ao desenho animado, Buzz Lightyear, do Comando Estelar) ou simplesmente TuxMath é um game open source, no estilo arcade, originalmente desenvolvido para linux, mas atualmente é multiplataforma, disponível em Windows, Mac, BeOS, web, dispositivos móveis...

SSD no linux

Mitos e verdades do SSD no Linux - Instalando, configurando e otimizando SSD no Linux SSD são suportados no Linux desde o kernel 2.6.29. Schedulers e File Systems também suportam os 'discos sólidos' ou 'não-rotacionais' (SSDs) há um bom tempo. A maioria dos artigos que existem na internet são bem antigos e não refletem os ambientes atuais dos sistemas Linux. Este artigo trás alguns macetes para otimizar o SSD num ambiente onde o sistema operacional estará instalado nele. Tiro alguns mitos de que seria necessário mudanças bruscas no sistema para que o SSD seja bem aproveitado (hoje, basicamente no uso do dia-a-dia, nada é preciso após instala-lo) apenas alguns pontos a serem observados.

Teste de Performance de Rede com Iperf

Troubleshooting,  Throughput,  testes de  conectividade e transmissão de pacotes em rede com Software Livre/Open Source Sumário Base de Conhecimento Rede Local e o tráfego de informações O que é Possíveis situações de uso O Básico - Executando como Server No Windows No GNU/Linux O Básico – o Cliente No Windows No Linux Utilizando UDP Argumentando... Mais Opções Opções gerais -f, --format -i, --interval n -l, --len N -m, --print_mss -o, --output <arquivo> -p, --port n -u, --udp -x, --reportexclude -y, --reportstyle C -w, --window n -B, --bind <host> -M, --mss n -N, --nodelay -V, --IPv6Version Opções para o cliente -P , --parallel -T, --ttl -n, --num -t, --time -d, --dualtest -r, --tradeoff -L, --listenport -b, --bandwidth -F, --fileinput <name> -I, --stdin Opções para o Servidor -s, --server -U, --single_udp -D, --daemon Interface Gráfica em JAVA Conclusão Minha rede está lenta, e agora?? Download e Links Base de Conhecimento O TCP é o protocolo