Pular para o conteúdo principal

Google lança um novo algoritmo de compressão: Brotli.



Como sites e serviços on-line tornam-se cada vez mais exigente, a necessidade de compressão aumenta exponencialmente.
Agora o Google criou e disponibiliza sua nova criação: um novo algoritmo de compressão.


Brotli é open source e oferece de 20 a 26% maior compressão do que o Zopfli (outro algoritmo de compressão também do Google). 
Assim como Zopfli, Brotli foi concebido com a internet em mente, com o simples objetivo de fazer páginas da web carregar mais rápido.

"Compressão de dados sem perdas, utilizando uma combinação do algoritmo LZ77 e codificação de Huffman, com eficácia comparável para os melhores métodos de compressão disponíveis no momento".
A compressão é melhor do que LZMA e bzip2, e Google diz que Brotli é "mais ou menos tão rápido" como a implementação Deflate de zlib.

Enquanto a compressão tem usos intermináveis ​​online, é algo que é de particular interesse para os usuários móveis.
A Google espera que a tecnologia será integrada em navegadores web no futuro, permitindo tempos mais rápidos de carregamento da página, melhorias para a vida da bateria, e menor uso de dados(tráfego).

Como esta compressão maior é alcançada? A Google lança alguma luz sobre o assunto:

    A densidade de dados mais elevada é obtida por uma segunda ordem de modelagem, re-utilização de códigos de entropia, janela de memória maior de dados ​​e códigos de distribuição conjunta.

Ah, e se você estava pensando, o Google adotou uma convenção de nomenclatura para os seus algoritmos de compressão, assim como tem com Android. Como explica a empresa em um post de blog, Brotli significa "pequeno pão" em alemão suíço(hã?), e o

Zopfli também é um item das padarias Suíças...

http://google-opensource.blogspot.co.uk/2015/09/introducing-brotli-new-compression.html

https://github.com/google/brotli/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Distribuições Linux para 2020

Olá, Fiz um compilado das melhores distros para 2020, ou melhor, da aposta para as melhores distribuições e destaques para 2020. Além disto, algumas listas das melhores distros para o próximo ano feita pelos maiores sites e a melhor distribuição Linux para cada categoria de usuário. Além disto, respondo a pergunta que todos fazem: Qual o Linux mais leve? e Qual o Linux mais bonito? Ubuntu e suas variantes A primeira aposta e mais obvia é o Ubuntu.  Tanto pelo tamanho da comunidade quanto por ser a primeira distro a ser usada quando alguma empresa resolve desenvolver/portar seus aplicativos para linux, além de ser a distro mais indicada para quem está iniciando com o S.O. Soma-se isto ao suporte da Steam, facilitadores como o Lutris e pacotes de apps oficiais distribuídos por devs como Nvidia, Intel dentre outras... Um dos maiores responsáveis é a API Vulkan da AMD e o Proton da Valve/Steam! Que promete fazer muitos gamers mudarem por completo para o Linux e o ubuntu pr

TuxMath - Tux, do Comando da Matemática. Ensino e diversão a crianças.

Tux Of Math Command, (Tux, do Comando da Matemática, em sátira ao desenho animado, Buzz Lightyear, do Comando Estelar) ou simplesmente TuxMath é um game open source, no estilo arcade, originalmente desenvolvido para linux, mas atualmente é multiplataforma, disponível em Windows, Mac, BeOS, web, dispositivos móveis...

SSD no linux

Mitos e verdades do SSD no Linux - Instalando, configurando e otimizando SSD no Linux SSD são suportados no Linux desde o kernel 2.6.29. Schedulers e File Systems também suportam os 'discos sólidos' ou 'não-rotacionais' (SSDs) há um bom tempo. A maioria dos artigos que existem na internet são bem antigos e não refletem os ambientes atuais dos sistemas Linux. Este artigo trás alguns macetes para otimizar o SSD num ambiente onde o sistema operacional estará instalado nele. Tiro alguns mitos de que seria necessário mudanças bruscas no sistema para que o SSD seja bem aproveitado (hoje, basicamente no uso do dia-a-dia, nada é preciso após instala-lo) apenas alguns pontos a serem observados.