Pular para o conteúdo principal

Gerando senhas no Linux

Gerar senhas fortes via terminal no Linux






TL;DR

# pwgen -Bsync 26 1


O programa pwgen gera senhas projetadas para serem facilmente memorizadas por humanos, sendo o mais seguras possível. 

Senhas memoráveis ​​por humanos nunca serão tão seguras quanto senhas completamente aleatórias. 

# apt install pwgen

Via terminal, apenas executando o pwgen, ele irá gerar diversas senhas(comigo foram 160) todas com 8 caracteres.

Isto equivale ao comando:

# pwgen -nc 8 160

Por outro lado, as senhas geradas de forma completamente aleatória tendem a ser escritas e podem ser comprometidas dessa forma.

Nisto reforço a necessidade de usar um GERENCIADOR DE SENHAS! Não importa qual tipo ou formato, nunca confie num txt, doc ou papel.

O programa pwgen é projetado para ser usado interativamente e em scripts de shell. 

Portanto, seu comportamento padrão difere dependendo se a saída padrão é um dispositivo tty ou um pipe para outro programa. 

Quando a saída padrão (stdout) não é um tty, o pwgen irá gerar apenas uma senha, pois isso tende a ser muito mais conveniente para scripts de shell e para ser compatível com versões anteriores deste programa.


Os parâmetros que uso:


-B

Não use caracteres que possam ser confundidos, como 'l' e '1', ou '0' ou 'O'. 

-s

Gera senhas completamente aleatórias e difíceis de memorizar. E

-y

Inclua pelo menos um caractere especial na senha.

-n

Inclua pelo menos um número na senha

-c

Inclua pelo menos uma letra maiúscula na senha


Após as opções, pode ser passado um numero para a quantidade de caracteres da senha e outro numero para a quantidade de senhas que ele vai gerar.

 # pwgen -Bsync 26 1

 s(hs=.C[e77inF~#r_Y:,&(o[>


 

Irá gerar uma unica senha, com 26 caracteres usando no minimo um numero, um simbolo, uma letra maiuscula e evitará caracteres ambíguos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Distribuições Linux para 2020

Olá, Fiz um compilado das melhores distros para 2020, ou melhor, da aposta para as melhores distribuições e destaques para 2020. Além disto, algumas listas das melhores distros para o próximo ano feita pelos maiores sites e a melhor distribuição Linux para cada categoria de usuário. Além disto, respondo a pergunta que todos fazem: Qual o Linux mais leve? e Qual o Linux mais bonito? Ubuntu e suas variantes A primeira aposta e mais obvia é o Ubuntu.  Tanto pelo tamanho da comunidade quanto por ser a primeira distro a ser usada quando alguma empresa resolve desenvolver/portar seus aplicativos para linux, além de ser a distro mais indicada para quem está iniciando com o S.O. Soma-se isto ao suporte da Steam, facilitadores como o Lutris e pacotes de apps oficiais distribuídos por devs como Nvidia, Intel dentre outras... Um dos maiores responsáveis é a API Vulkan da AMD e o Proton da Valve/Steam! Que promete fazer muitos gamers mudarem por completo para o Linux e o ubuntu pr

TuxMath - Tux, do Comando da Matemática. Ensino e diversão a crianças.

Tux Of Math Command, (Tux, do Comando da Matemática, em sátira ao desenho animado, Buzz Lightyear, do Comando Estelar) ou simplesmente TuxMath é um game open source, no estilo arcade, originalmente desenvolvido para linux, mas atualmente é multiplataforma, disponível em Windows, Mac, BeOS, web, dispositivos móveis...

SSD no linux

Mitos e verdades do SSD no Linux - Instalando, configurando e otimizando SSD no Linux SSD são suportados no Linux desde o kernel 2.6.29. Schedulers e File Systems também suportam os 'discos sólidos' ou 'não-rotacionais' (SSDs) há um bom tempo. A maioria dos artigos que existem na internet são bem antigos e não refletem os ambientes atuais dos sistemas Linux. Este artigo trás alguns macetes para otimizar o SSD num ambiente onde o sistema operacional estará instalado nele. Tiro alguns mitos de que seria necessário mudanças bruscas no sistema para que o SSD seja bem aproveitado (hoje, basicamente no uso do dia-a-dia, nada é preciso após instala-lo) apenas alguns pontos a serem observados.