Pular para o conteúdo principal

Postagens

Podcast: SRE, sysadmin e afins

Mixórdia significa um emaranhado de coisas, uma mistura confusa de coisas variadas. Com exceção do "confusa", meu objetivo é batermos um papo ao entorno dos assuntos relativos ao Sysadmin e SRE. No mundo da TI, sempre houve uma atração entre generalista e especialista. O sysadmin é o cara generalista,  já o SRE surgiu por uma necessidade do Google, é um cara especialista. Por fim, essas duas funções têm o mesmo objetivo para os aplicativos cuja infraestrutura eles operam: fornecer uma boa experiência para os consumidores dos aplicativos. No entanto, esses papéis têm pontos de partida drasticamente diferentes. Vamos conversar sobre ferramentas, métodos, métricas, mercado de trabalho, carreira, como iniciar, quais desafios de um iniciante, por onde e como iniciar e qual o rumo um sênior, um expert toma. Estou reunindo as pautas e consolidando o formato de podcast, convido a todos participar com sugestões, duvidas ou entrar no bate papo.  Estou preparando

Ubuntu 20.04

O Ubuntu 20.04 (Focal Fossa) será lançado em 23 de abril de 2020. Será uma versão LTS (Long Term Support), o Ubuntu 20.04 LTS será suportado por 5 anos para o Ubuntu Desktop, Ubuntu Server e Ubuntu Core (Abril de 2025). Todos os outros sabores serão suportados por 3 anos.     Já é possível baixar a versão em Beta, tanto do Ubuntu quanto de seus sabores: Ubuntu (agora com Gnome), Xubuntu (Xfce), Lubuntu (Lxde/Lxqt), Kubuntu (KDE), Ubuntu Mate, Ubuntu Budgie, Ubuntu Kylin, Ubuntu Studio (XFCE com aplicações já instaladas para produção de audio, video e imagem). Desktop: | GNOME | KDE Plasma | LXQt | Budgie | MATE | UKUI distro: | Ubuntu | Kubuntu | Lubuntu | Ubuntu Budgie | Ubuntu MATE | Ubuntu Kylin Os primeiros relatórios desta nova versão foram focados principalmente em uma nova versão do GNOME e em alguns outros ajustes estéticos, além de algumas melhorias adicionais de desempenho. Mas estamos falando do Ubuntu, uma das distribuições Linux de desktop mais fáceis de usar e prontas par

Tipos de VPNs: PPTP x OpenVPN x L2TP/IPsec x SSTP x IKEv2 x Chameleon x WireGuard

Olá, Baseando-me no formato do artigo sobre Certificados e a sopa de letras: HTTPS, TLS, SSL, HSTS, CA, PGP, GPG e OpenPGP , com o artigo sobre o WireGuard  e a atual crise mundial que forçou muitos em quarentena a trabalhar remotamente, resolvi fazer um semelhante abordando os diferentes tipos de VPN. O principal problema é que ao ler a documentação e artigos atuais, além de longos eles se prolongam muito no detalhe técnico entre elas, então tentei criar um TL;DR (que ficou um pouco grande, mas bem resumido). Uma VPN, ou rede virtual privada, permite criar uma conexão segura entre duas redes ou entre seu dispositivo/host com alguma rede, usando a internet como meio, como túnel para chegar ao destino. As VPNs podem ser usadas para acessar sites restritos por região (países proíbem torrents, outros proíbem redes sociais, sites de noticias...), proteger sua navegação (em redes não confiáveis como hotéis, wifi de lojas, etc...), acessar um sistema corporativo que está instalado e disponív

WireGuard

O que é o WireGuard? O WireGuard é um tunnel (VPN) em layer 3 de código aberto, fácil de configurar, rápido e seguro, que utiliza criptografia de última geração. Seu objetivo é fornecer uma VPN de uso geral mais rápida, simples e que possa ser facilmente implantada.   O WireGuard visa substituir o IPsec na maioria dos casos de uso e soluções baseadas em TLS como o OpenVPN. A maioria das outras soluções como IPsec e OpenVPN foram desenvolvidas décadas atrás. O pesquisador de segurança e desenvolvedor de kernel Jason Donenfeld percebeu que eles eram lentos e difíceis de configurar e gerenciar corretamente. Isso o fez criar um novo protocolo e solução VPN de código aberto, mais rápido, seguro e fácil de implantar e gerenciar. O WireGuard utiliza Curve25519 para troca de chaves, ChaCha20 para criptografia e Poly1305 para autenticação de dados, SipHash para chaves de hashtable e BLAKE2s para hash. O ChaCha20-Poly1305 é padronizado para IPsec e OpenVPN (através de TLS). O WireGuard foi desen

ChromeOS - Chromebook para TI: Melhores Apps Online e Offline

Olá, Em 2011 quando iniciou a febre com os Tablets, acabei comprando um, veio com Android 2.3, tela de 8 polegadas. Após alguns jogos, apps e alguns adaptadores (micro USB para RJ45 por exemplo!), veio a questão:   Conseguiria substituir o notebook pesado e seu carregador por um pequeno tablet na mochila? O tablet substituiria o notebook no trabalho diário com TI? Depois de muita insistência (e que virou teimosia), a resposta foi: NÃO. Pulamos quase 10 anos no tempo: links de internet bem mais rápidos, muitos web apps, muitos sistemas web que necessitam apenas do navegador, devices bem mais potentes... De 2010 até hoje, todos os meus computadores de trabalho, seja PC de mesa (workstation ou seja lá qual o melhor nome...) ou notebook, todos foram GNU/Linux. A distro sempre mudei, e em raros momentos onde alguma aplicação exigia o Windows, o VMWare Player ou Virtualbox me salvou. O ChromeOS é a perfeita solução para quem procura algo minimalista. Simples, limpo, funcional e ac

Distribuições Linux para 2020

Olá, Fiz um compilado das melhores distros para 2020, ou melhor, da aposta para as melhores distribuições e destaques para 2020. Além disto, algumas listas das melhores distros para o próximo ano feita pelos maiores sites e a melhor distribuição Linux para cada categoria de usuário. Além disto, respondo a pergunta que todos fazem: Qual o Linux mais leve? e Qual o Linux mais bonito? Ubuntu e suas variantes A primeira aposta e mais obvia é o Ubuntu.  Tanto pelo tamanho da comunidade quanto por ser a primeira distro a ser usada quando alguma empresa resolve desenvolver/portar seus aplicativos para linux, além de ser a distro mais indicada para quem está iniciando com o S.O. Soma-se isto ao suporte da Steam, facilitadores como o Lutris e pacotes de apps oficiais distribuídos por devs como Nvidia, Intel dentre outras... Um dos maiores responsáveis é a API Vulkan da AMD e o Proton da Valve/Steam! Que promete fazer muitos gamers mudarem por completo para o Linux e o ubuntu pr

Instalações do 'Zorin OS' enviam dados a cada 60 minutos para seus servidores

Depois do Ubuntu (Canonical), outra distro atrás de uma empresa está sendo acusada de coletar dados dos usuários sem avisá-los: Zorin OS (uma distro baseada no Ubuntu com Xfce). Certa vez a Canonical passou a coletar dados, pesquisa e atividade online para exibir propagandas (mas ACHO que essa ideia morreu...), um dos motivos do pessoal da FSF e o RMS não gostar muito deles ('muito' é eufemismo) https://www.gnu.org/philosophy/ubuntu-spyware.pt-br.html ... Mas desde o Ubuntu 18.04 LTS a Canonical coleta diversas informações, um sistema de coleta de dados e diagnóstico de usuários, enviando informações sobre os detalhes do sistema operacional, configuração de hardware, aplicativos e configurações do sistema operacional. Se quer remover isto (a quantidade de dados é surpreendente, vai desde de resolução da tela, localização, se o autologin está habilitado ou não, atualizações, hardware...), basta seguir este guia: https://vitux.com/how-to-force-ubuntu-to-stop-coll